Garden Design, como escolher uma propriedade a pensar no seu jardim.

Quando decidimos comprar um imóvel em que as áreas exteriores, sejam terraço ou jardim, são elementos essenciais convém ter atenção a alguns pormenores que podem influenciar decisivamente e até alterar as aspirações que temos para esses espaços.
Naturalmente muitas das preocupações quando pensamos em comprar uma propriedade estão focalizadas na habitação em si, no layout, nas áreas, materiais etc. Mas é nesta altura que também devemos ter em consideração o jardim, acessos, condições micro-climáticas, exposição solar, espaços vizinhos e privacidade, vegetação existente, se tem ou não furo na propriedade e eventuais restrições a nível da implementação que podem acontecer, por exemplo, se fica inserida num condomínio.
Mesmo que numa primeira visita se goste do imóvel, o melhor é visitá-lo várias vezes, em diferentes alturas do dia. Só assim é possível certificarmo-nos em relação ao local, vizinhança, ambiente e exposição solar.
Uma deslocação à Câmara Municipal respectiva é importante onde podemos recolher informações sobre se existem algumas restrições de planeamento, tais como, limites à altura dos edifícios, se o imóvel é rodeado por uma zona industrial ou se existem planos para construir uma estrada perto do imóvel num futuro próximo. As plantas da zona são uma valiosa fonte de informação.
Importante também recorrer aos serviços de peritos para evitar surpresas desagradáveis, seja junto de um notário público ou um consultor jurídico, seja junto de um perito que avalie as condições do edifício e do imóvel.

tsj-40-76

Artigo completo na Tudo Sobre Jardins nº40, número de Verão.

Encomende AQUI sem despesas de envio.

O Seu Comentário